Notícia com Imparcialidade

Perfumazu "Leve essa essência com você"

terça-feira, 11 de outubro de 2016

Achincalhado pelos adversários com arsenal de xingamentos, Leonardo Rêgo deu a volta por cima como um predestinado para vencer.















Nenhum político na história de Pau dos Ferros foi tão humilhado, praguejado e achincalhado pelos adversários quanto Leonardo Nunes Rêgo (DEM), que nesta campanha eleitoral foi vítima de um verdadeiro arsenal de xingamentos desferidos unicamente sob a motivação do ódio gratuito por parte de algumas pessoas que, definitivamente, não estão preparadas para o debate democrático de alto nível. 


O mais lamentável é saber que na lista destes que desceram até o nível mais profundo da lama verbal estão alguns colegas blogueiros, radialistas e até profissionais do colunismo social que, simplesmente para defender o contracheque, perderam a compostura e só não disseram ou escreveram que Leonardo Rêgo era carne assada, mas de resto o que se viu foi um típico jogo sujo, inclusive, relembrando o futebol praticado na várzea cuja estratégia vergonhosa para barrar o adversário era a seguinte: 'do pescoço para baixo é canela'.


Tal prática deplorável já não é mais novidade entre os "caciques" locais "bocas sujas", pois quando Leonardo se candidatou pela primeira vez em Pau dos Ferros, no ano de 2004, teve que suportar afrontas e humilhações semelhantes. Porém, no final, a população soube diferenciar o "joio do trigo", até porque muitos dos que vilipendiavam o "Menino", epíteto dado naquela época ao líder do DEM, não passavam de meros representantes da velha política travestidos de "defensores do povo". 


Este ano algo semelhante aconteceu. Um grupo seleto de políticos ficha suja, ajudados por outros compradores da consciência alheia, partiram para a tentativa de linchamento moral do prefeito eleito Leonardo, inclusive, imputando-lhe adjetivos impronunciáveis e que, certamente, ficaria bem melhor nos currículos dos furiosos acusadores.


Só que tamanha desfaçatez e vulgaridades foram repudiadas pela população pau-ferrense que, através do verdadeiro voto livre, sepultou, em uma única 'pancada seca', a sede de vingança dos "abutres da democracia" e que, agora, deverão penar por alguns anos no "cemitério do ostracismo". 


Com isso, Leonardo Rêgo conseguiu, mais uma vez, se sobressair em meio a perseguição implacável de seus rivais, aumentando ainda mais o estigma disseminado em torno de sua personalidade como 'um homem predestinado a vencer'.


Só a título de curiosidade, o nome Leonardo tem origem no nome germânico Leonhard, que é a junção das palavras levon (Leão) e hardu (Valente), e significa valente como um leão ou forte como um leão.


Para quem gosta do misticismo na política, eis aí a explicação da força do "Menino". 


Brinque com o "Leão Bravo", vai!

Nenhum comentário:

Postar um comentário