Notícia com Imparcialidade

Perfumazu "Leve essa essência com você"

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

MG atrasa salários de dezembro e não sabe como vai quitar os pagamentos do 1º trimestre

Fernando Pimentel foto Fabio Pozzebom ABr 3
O governo de Minas Gerais, comandado por Fernando Pimentel (PT), atrasou os salários de dezembro dos servidores públicos. A administração não descarta novos atrasos e parcelamentos nos meses de janeiro, fevereiro e março. Pimentel, que é um dos principais aliados da presidente Dilma Rousseff, disse que só fará os depósitos no dia 13. A incerteza sobre os pagamentos durará até março.

A explicação dada pelo governo, por meio de nota, foi que a forte crise financeira enfrentada pelo Estado registrou redução da arrecadação de ICMS. As informações são de matéria publicada hoje (6) no jornal Folha de S. Paulo.

Após a divulgação do atraso do pagamento de dezembro, o sindicato dos servidores públicos de Minas publicou uma nota em que se diz “indignado” e “decepcionado” com o governo.

“O movimento sindical imaginava que, após ser eleito, o governo do PT ia nos receber, pelo menos para falar dos problemas do Estado. Mas passou 2015 e não fizemos nem sequer uma reunião com o governador”, disse Geraldo Henrique da Conceição, diretor da entidade de classe.

O diretor afirma que recebeu a notícia do atraso do salário, distribuída no dia 2 de janeiro, pela imprensa. “Foi constrangedor”, declarou.

Os sindicatos se reunirão até o fim desta semana para definir que medidas tomarão em relação aos atrasos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário