Notícia com Imparcialidade

Perfumazu "Leve essa essência com você"

sábado, 22 de agosto de 2015

BANCADAS NO SENADO DO RN, CE, PB E PE VÃO TENTAR ACELERAR TRANSPOSIÇÃO

Exibindo dilma cabrobo FOTO ROBERTO STUCKER PR.jpeg
Os senadores integrantes das bancadas do Rio Grande do Norte, Paraíba, Ceará e Pernambuco agendarão nos próximos dias uma audiência com o ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, para tentar acelerar o cronograma das obras da transposição do Rio São Francisco em seu Eixo Norte. A estratégia foi definida nesta sexta-feira (21), durante a inauguração da primeira estação de bombeamento de água do Eixo Norte da transposição do Rio São Francisco, em Cabrobó, no sertão pernambucano. 
“O senador José Pimentel, do Ceará, por ser o líder do Governo no Congresso Nacional, ficou com a incumbência de articular esta reunião. Vamos aproveitar que a Lei Orçamentária deve chegar até o início de setembro para tentar garantir, já no próprio Orçamento de 2016, os recursos necessários para acelerar a obra, que, de acordo com os cálculos do governo, estará finalizada em dezembro do próximo ano”, afirmou o senador Garibaldi Filho. 
Na última quarta-feira (21), o próprio Garibaldi Filho ocupou a tribuna do Plenário do Senado para advertir sobre a necessidade de a obra estar concluída na metade de 2016, sob pena de uma situação de caos se instalar no sertão nordestino. Ele amparou seu alerta em estudos internacionais que apontam grandes chances de o El Niño contribuir para um período chuvoso inferior ao registrado nesse ano, que somente foi suficiente para repor 25% do volume de água dos açudes da região.
Comentando a entrega da estação de bombeamento pela presidente Dilma Rousseff, Garibaldi Filho lembrou que foi necessário muito tempo para a obra sair do papel. “Era um sonho secular, se falava, desde o tempo de Dom Pedro II, que a solução para a seca do Nordeste era a transposição do São Francisco”, registrou. Ele também ressaltou a importância de dois ministros potiguares – Aluízio Alves e Fernando Bezerra – na execução dos trabalhos. “Todos os dois contaram, em sua equipe, com o apoio de profissionais potiguares, fato que é gratificante para o Rio Grande do Norte”.


A obra

A estrutura entregue pela presidente da República transportará a água em um canal por sete quilômetros, até o reservatório de Tucutú, e, depois, percorrerá mais 45,9 quilômetros, até o reservatório Terra Nova. Ambos estão localizados em Cabrobó. O investimento neste trecho foi de R$ 625 milhões. Agora, a transposição conta com 77,8% de suas obras concluídas. O projeto vai garantir segurança hídrica para 12 milhões de pessoas de 390 municípios do Ceará, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte. A execução do empreendimento gerou 9.980 empregos.
O projeto de integração do São Francisco tem um total de 477 quilômetros de extensão, divididos em dois eixos de transferência de água: Norte, com 260 quilômetros, e Leste, com 217. Somente o trecho entregue nesta sexta-feira vai beneficiar mais de 77 mil habitantes que vivem em 23 comunidades indígenas e 12 agrupamentos de quilombolas. Foi assinado um termo de compromisso para estender o benefício das águas para outras 325 comunidades de Pernambuco, Ceará e Paraíba. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário