Notícia com Imparcialidade

Perfumazu "Leve essa essência com você"

terça-feira, 31 de março de 2015

PORQUÊ O RIO GRANDE DO NORTE NÃO AVANÇA?





O nosso Estado chegou a um momento crítico, a máquina pública está falida financeiramente, os serviços públicos estão todos sucateados e não existe nenhum grande projeto público em andamento que nos indique que essa situação irá mudar.
Faço pronunciamentos em todas as sessões, sempre com propostas e sugestões para o Estado e, na maioria das vezes, tenho a sensação de que a maioria faz ouvido de mercador. 

Percebi, então, que preciso trazer minha visão de cidadão potiguar para os outros. Os muitos que, como eu, querem um Rio Grande do Norte melhor para se viver.

Resolvi dividir minhas opiniões, minhas propostas, meus anseios e minhas dúvidas com vocês. Inicio esta série de artigos semanais para discutirmos os caminhos para a reconstrução de um novo Rio Grande do Norte.

Em minha opinião, o Rio Grande do Norte precisa fazer uma enorme mudança em três grandes eixos:
a) Formular um Grande Projeto de Desenvolvimento para o Estado;
b) Modernizar a Gestão Pública; e
c) Alterar a forma de fazer política, tanto por parte dos políticos como também da população.

A gestão do Estado é quase em sua totalidade amadora e baseada em interesses políticos menores. Não existe formulação estratégica, que pense o RN nos próximos 20 anos, e os recursos arrecadados pelo Estado são, em linha geral, pessimamente investidos.

O tamanho do problema em que o Rio Grande do Norte está envolvido exige respostas rápidas. Hoje, temos mais servidores públicos aposentados (63.000) do que trabalhando (55.000), o que gera um déficit mensal de mais de 85 (oitenta e cinco) milhões de reais na Previdência Estadual.

Ao todo, em 2015, o rombo nas contas públicas será de aproximadamente de 2 (dois) bilhões de reais. A metade desse déficit será coberto com o uso do Fundo Previdenciário, e a outra metade, não se tem a menor ideia como será paga. Lembrando que esse rombo é para cobrir as despesas do Estado e mantê-lo funcionando do mesmo jeito, ou seja, com péssimos serviços na saúde, educação e segurança. Nada de obras e melhorias.

É por esse e por outros dados que precisamos gritar e exigir um plano estratégico e medidas urgentes para salvar o Rio Grande do Norte.

Convido vocês a dar seu grito e participar do nosso debate com suas opiniões, críticas, sugestões e dúvidas. Somente juntos e focados podemos começar a tirar o Rio Grande do Norte do buraco em que se encontra.



Kelps Lima deputado estadual do RN.

Nenhum comentário:

Postar um comentário